Capacitação em Conciliação e Mediação Extrajudicial

COORDENADORA

Dra. Melanie de Carvalho Tonsic – ACORDIA Câmara de Conciliação, Mediação e Arbitragem.

MODALIDADE

Presencial e EAD (Ensino a Distância)

CARGA HORÁRIA

40 horas/aula.

Apresentação do Curso

A mediação e a conciliação, além de ser um método estruturado de resolução de conflitos é, sobretudo, um processo pedagógico do exercício da autonomia das partes e de transformação social. O conflito é apresentado como inerente ao ser humano e, numa visão proativa, como oportunidade de crescimento, de transformação e aprendizado. A formação do mediador extrajudicial será apresentada com base no desenvolvimento de competências que vão além das técnicas e ferramentas que favoreçam a negociação, a conciliação e a mediação, ela demonstrará a necessidade de mudar a forma de se comunicar, de se relacionar com o outro e de estar no mundo. O mediador como um modelo de comunicação, intervindo como um terceiro neutro e imparcial ao conflito, guiado por princípios, com habilidades e atitudes desenvolvidas para facilitar a comunicação e o empoderamento das pessoas.

Objetivo 

O Objetivo é proporcionar aos participantes o conhecimento e discussão acerca dos métodos adequados de solução de conflitos, o conceito de conciliação, negociação e mediação e seus princípios fundamentais, o modo como se processam estes institutos, suas vantagens, a mudança de paradigma, a identificação e o aprimoramento de habilidades. Promover o desenvolvimento de habilidades autocompositivas, como um processo pedagógico para a autonomia dos sujeitos e a promoção de atitudes mediadoras. Pode ser feito por qualquer pessoa maior de idade, independentemente de curso superior.

CERTIFICAÇÃO

Expedição pela ACORDIA CÂMARA DE CONCILIAÇÃO, MEDIAÇÃO E ARBITRAGEM – INSTITUTO ACORDIA, legalmente constituída sob o CNPJ n.º 21.174.668/0001-25, com validade em todo o território nacional.

Conteúdo Programático

MÓDULO I - Introdução
  • Unidade 1 – Panorama histórico dos métodos consensuais de solução de conflitos.
  • Unidade 2 – A política judiciária nacional de tratamento adequado de conflitos.
  • Unidade 2 B – Considerações sobre a Lei de Mediação e o Novo Código de Processo Civil 
MÓDULO II – O Novo Paradigma em Introdução de Disputas
  • Unidade 3 – Cultura da paz e métodos de solução de conflitos 
  • Tópico 3.1 – Os métodos autocompositivos de resolução de conflitos (mediação, conciliação e negociação)
  • Tópico 3.2 – Políticas públicas em resolução adequada de disputa – Resolução 125 
  • Unidade 4 – Teoria da comunicação/teoria dos jogos 
  • Tópico 4.1 – Fundamentação teórica sobre papel do autocompositor.
  • Tópico 4.2 – O Teorema do Equilíbrio de Nash e sua aplicabilidade no planejamento de sistemas de resolução de conflito.
  • Tópico 4.3 – A teoria autocompositiva – cooperação ou competição
  • Tópico 4.4 – Fundamentos da negociação 
  • Tópico 4.4.1 – Negociação baseada em interesses e negociação posicional.
  • Tópico 4.4.2 – Barganha distributiva e negociação integrativa 
  • Unidade 5 – Moderna teoria do conflito 
  • Tópico 5.1 – Percepção, Reação e Procedimentos de Resolução de Disputas 
  • Tópico 5.2 – Processos Construtivos e Destrutivos de Resolução de Disputas 
  • Tópico 5.2.1 – Espirais de Conflito 
  • Tópico 5.3 – Resultados da apropriada abordagem do Conflito.
MÓDULO III – Resolução de Disputas Baseadas em Competências
  • Unidade 6 – Breve contextualização das relações sociais na pós-modernidade
  • Tópico 6.1 – A era dos direitos e a judicialização das relações sociais; o conceito de outridade.
  • Tópico 6.2 – O conflito como luta por reconhecimento 
  • Unidade 7 – Conciliação 
  • Tópico 7.1 – Conceito
  • Tópico 7.2 – Diferenças entre conciliação e mediação; amplitude do problema e estratégias do conciliador/mediador; 
  • Tópico 7.3 – Etapas da conciliação.  
  • Unidade 8 – O processo de mediação 
  • Tópico 8.1 – A formação do mediador; qualidade de um programa de mediação.
  • Tópico 8.2 – As atitudes do mediador.
  • Tópico  8.3 –  Panorama do processo de mediação; Etapas da mediação.
  • Unidade 9 – A fase inicial da mediação
  • Tópico  9.1 –  Declaração de abertura e a colocação das regras com vistas a adesão ao processo de mediação.
  • Tópico  9.2 –  a escuta e a comunicação na mediação.
  • Tópico 9.3  –  Reunião de informações; as perguntas abertas.
  • Unidade 10 – O desenvolvimento da mediação
  • Tópico 10.1 –  Organização dos debates.
  • Tópico 10.2 – Resumo positivo e prospectivo
  • Tópico 10.3 – Ferramentas para provocar mudanças. 
  • Tópico 10.4 – Resolução de questões. 
  • Tópico 10.5 – O termo de acordo; Encerramento da mediação.
MÓDULO IV – Contexto e Aplicação da Mediação
  • Unidade 11 – Áreas de utilização da conciliação/mediação
  • Unidade 12 – Interdisciplinaridade da mediação
MÓDULO V – A Ética na Conciliação/Mediação
  • Unidade 13 – O papel do conciliador/mediador e sua relação com os envolvidos na conciliação e na mediação. 
  • Tópico 13.1 –  Ética de conciliadores e mediadores
  • Tópico 13.2 – Os princípios norteadores da conduta do conciliador e do mediador
  • Tópico 13.2.1 – Os limites da confidencialidade

Investimento 

Presencial: R$ 960,00 reais a vista (20% de desconto) ou 3 x de R$400,00. (Vagas Limitadas)

Garanta já sua vaga!